sábado, 14 de janeiro de 2017

Fulni-ô recebe espetáculo circense neste sábado (14/1)

A arte de rua do Grupo de palhaços Nariz de Cogumelo da Bahia vai se apresentar na Escola Bilíngue Antônio José Moreira da Aldeia Fulni-ô a partir das 16:30 de sábado (14/1). O espetáculo é para todas as idades e a entrada é gratuita. E nos dias 15, 16 e 17 a apresentação será no centro da Aldeia.

O Grupo Nariz de Cogumelo, composto por quatro palhaças e dois músicos, nasceu em Salvador BA em 2006 e há pouco mais de dez anos levam alegria por onde passam. Para eles, é gratificante levar a arte de rua para as praças públicas com os números tradicionais de palhaços de circo.

O Grupo participou de festivais de circo e de teatro na Bahia, Pernambuco, Rio de Janeiro, São Paulo e Argentina. O projeto mais recente “Nossas aldeias” já percorreu as aldeias Kariri-Xocó (AL), Pankararu (PE)e agora, Fulni-ô (PE). 

Conheça mais o Grupo http://www.narizdecogumelo.com.br/

sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

Manifesto Fulni-ô "S.O.S Serra do Comunaty" de Águas Belas PE

Jovens indígenas Fulni-ô protestam contra queimadas na Serra do Comunaty em 30 de dezembro

Jovens indígenas fazem manifesto contra queimadas na serra do Comunaty


O Movimento Yoô Fulni-ô, formado por jovens indígenas da etnia Fulni-ô realizou, na tarde de hoje (30/12), uma passeata em protesto às queimadas na Serra do Comunaty localizada no Município de Águas Belas/PE. Com o protesto, também chamam a tenção das autoridades cabíveis para possível resolução do problema.


Ultimamente a serra do Comunaty tem sido alvo de queimadas em diversas partes. Indignados com a situação e preocupados com as consequências que isso pode causar a população águas-belense, os jovens realizaram um manifesto pacífico com danças e cânticos Fulni-ô percorrendo o centro da Cidade e da Aldeia.   





domingo, 18 de dezembro de 2016

Alunos ganham nota máxima ao fazer análise de características e semelhanças entre o Português e língua indígena Yaathe

Estudar línguas não é trabalho fácil, e línguas indígenas então, é mais difícil ainda. Uma vez que não há gramaticas ou dicionários específicos e elas têm de ser estudadas com materiais em português ou noutra língua. Mas ainda bem que as dificuldades não foram empecilho para os jovens Clédson Tadeu Matos Bezerra e José Édson Alves Barbosa receberem nota máxima pelo Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) que fazia uma análise dos aspectos fonéticos do Português falado na Aldeia Indígena Fulni-ô, da qual Clédson faz parte. 
Orientados pela especialista em psicopedagogia e história, Janaína Araújo Ribeiro, estes estudantes do Curso de Licenciatura do Centro de Ensino Superior de Arco Verde (CESA) realizaram várias pesquisas de campo e bastante leitura de autores que contribuíram na elaboração do TCC. 
É importante ressaltar o quão a Cultura indígena ganha com trabalhos realizados como esse. Pois nessa era da informação e do conhecimento, aprender mais sobre a língua que o indígena fala, é valorizar a cultura brasileira e conhecer mais o Brasil.

TCC apresentado em 08/12/2016 por Clédson Tadeu Matos Bezerra e José Édson Alves Barbosa

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

Candidatos eleitos são diplomados no Fórum de Águas Belas

Foi na manhã desta quarta-feira (14/12) que os candidatos eleitos a prefeito e vereadores receberam seus diplomas no Fórum da Cidade. Aptos a tomar posse nos cargos, os candidatos assinaram seus diplomas durante breve cerimônia realizada pelo Juiz Lucas Tavares Coutinho.

Estiveram presentes, o prefeito eleito Luiz Aroldo, os vereadores Max Fulni-ô, Erinaldo Tenório, Eniale de Codinho, Eunias Murici, Josué de Curral Novo, Cristiane da saúde, Nitalmo do Sindicato, Emílio de Tanquinhos, Betao, Washington Falcao, Valdo do XIxiaklá, e o futuro presidente da Câmara Melke.